Vila Cocre resgata magia do Natal

Quem olhava para o céu na noite desta quarta-feira (8), em Piracicaba (SP), podia até ver neve em uma das regiões mais movimentadas da cidade. As renas, a música e as luzes anunciavam a chegada do Papai Noel na avenida Carlos Botelho, que se tornou uma verdadeira vila natalina. Mesmo antes do horário previsto para o encontro com o bom velhinho, às 19h, crianças e adultos já aguardam no espaço temático preparado pela Sicoob Cocre.

Criança aguarda na fila para tirar foto com Papai Noel — Foto Crédito: Claudia Assencio
Criança aguarda na fila para tirar foto com Papai Noel – Foto Crédito: Claudia Assencio

Os primos, Felipe Moretti, de quatro anos, Helena Moretti, de sete, e Miguel Moretti Guibal, de dois anos, dançavam animados na expectativa da chegada da pessoa mais esperada por eles. Decididos, já sabiam o que pedir ao bom velhinho. “Eu quero um carrinho”, disse Felipe. “Eu também já fiz minha escolha. Quero um skate, daqueles de verdade”, esclareceu Helena. “Eu me sinto muito feliz hoje”, disse a menina, e fez questão de lembrar que já participou de um “concurso de cooperação” da Sicoob Cocre. Ela é sobrinha da funcionária Vanessa Moretti, de 32 anos, gerente de relacionamento da cooperativa.

Felipe Moretti e Helena Moretti — Foto: Crédito: Claudia_Assencio
Felipe Moretti e Helena Moretti – Foto Crédito: Claudia Assencio

Cerca de 1,6 mil pessoas participaram do primeiro dia de evento “Vila Cocre: Uma Noite de Natal”, segundo a organização. As ruas do entorno foram fechadas para segurança do público e a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Semuttran) acompanhou a realização. Nas entradas, as pessoas eram lembradas pelos funcionários da cooperativa sobre o uso da máscara, da importância do distanciamento e recorriam aos totens com álcool em gel para higienizar as mãos sempre que necessário.

Totem para higienização — Foto: Crédito: Claudia_Assencio
Totem para higienização – Foto Crédito: Claudia Assencio

A programação gratuita e aberta a toda comunidade começou nesta quarta-feira (8), com a chegada do Papai Noel, às 19h, e na sequência, a apresentação do Grupo Batukando, banda de percussão do Instituto Formar. As atrações seguem até o dia 11 de dezembro, no Espaço de Negócios da Cocre, em Piracicaba.

Chegada do Papai Noel — Foto: Crédito: Claudia_Assencio
Chegada do Papai Noel – Foto Crédito: Claudia Assencio

O Batukando se apresentou no primeiro dia da Vila de Natal com repertório de clássicos natalinos como “Jingle Bells e “Sapatinho de Natal”, peças autorais e também canções da MPB, que embalaram o público.

Show do Papai Noel — Foto Crédito: Claudia Assencio
Show do Papai Noel – Foto Crédito: Claudia Assencio

O grupo, segundo o Coordenador de Projetos Culturais da instituição, Maurício Ribeiro, nunca deixou de fazer uma apresentação de natal durante os quase oito anos de existência do Batukando. “A ação foi interrompida devido à pandemia. “Essa é a primeira apresentação presencial que fazemos depois que tudo parou. É a nossa retomada e isso significa muito”, disse

Grupo Batukando - Foto Crédito_Claudia Assencio
Grupo Batukando – Foto Crédito: Claudia Assencio

Neuza Emidio, de 45 anos, não escondia a alegria de acompanhar o concerto natalino. “Por 20 anos, morei em São Paulo (SP) e nunca consegui assistir às apresentações dessa época do ano. Emocionada. Estou muito feliz, a cidade é maravilhosa”, comemorou.

Neuza Emidio assiste a um concerto de natal pela primeira vez - Foto Crédito: Claudia Assencio
Neuza Emidio assiste a um concerto de natal pela primeira vez – Foto Crédito: Claudia Assencio

Com o olhar atento para palco onde o grupo Batukando se apresentava, o jovem Victor Dip de Carvalho, de 21 anos, seguia os movimentos da percussão. “Eu adoro música’’ e, orgulhoso, tratou de avisar. “Minha irmã está ali”, apontando para uma das integrantes da banda.

Victor Dip de Carvalho — Foto: Crédito: Claudia Assencio
Victor Dip de Carvalho – Foto Crédito: Claudia Assencio

Acompanhado dos pais, Isaac, de sete anos, segurava firme no vidro próximo da cadeira que esperava para ser ocupada pelo Papai Noel e registrava o show com o celular para não perder nenhum momento da apresentação. “Eu quero um skate”, declarou baixinho o desejo secreto. A mãe do garoto, Eliana Neto, de 35 anos, confessou em tom de brincadeira que, como adulta, fica até mais emocionada que ele. “Isaac estava muito ansioso para vir”, relata.

Isaac Mariano Neto e família — Foto Crédito: Claudia Assencio
Isaac Mariano Neto e família – Foto Crédito: Claudia Assencio

A emoção não era só do lado de fora, para quem assistia. Para os que seguravam os instrumentos, a percussão batia no compasso e na energia do coração. “Essa noite é especial e parece que será o maior público para mim, desde que entrei no grupo há três anos. Estou nervosa, com um frio no estômago, mas é um sentimento bom, que nos mobiliza”, disse Heloiza Dip de Carvalho, de 18 anos, que integra a banda. Emoção compartilhada pelo instrumentista Samuel Davi Alves. “É muita felicidade depois de tanto tempo parados. Vai ser uma noite muito boa”. O jovem tem no Formar a sua segunda casa.

O foco da Vila Cocre, segundo os organizadores, é levar os artistas de Piracicaba para dialogar com o público. Toda a programação valoriza os talentos locais em diversos seguimentos, teatro, coral, música.

O presidente do Conselho de Administrativo da Sicoob Cocre, Evandro Piedade do Amaral, contou que um dos objetivos com a iniciativa da Vila Cocre é instigar as pessoas a resgatarem momentos de felicidade e esperança, após as dificuldades impostas pela pandemia da Covid-19. “É uma provocação que fazemos que a energia do natal não se seja perdida, para valorizarmos lições de caridade. Estou muito feliz e emocionado. As pessoas estão precisando disso, queremos cumprir nossa função social. Isso está em nosso DNA”, relatou.

Evandro Piedade do Amaral, Presidente do Conselho de Administração Sicoob Cocre - Foto Crédito: Claudia Assencio
Evandro Piedade do Amaral, Presidente do Conselho de Administração Sicoob Cocre – Foto Crédito: Claudia Assencio

“É gratificante ver que, depois de tanta dificuldade nos dois últimos anos, podemos resgatar a energia do natal, essa época de alegria e de felicidade, quando as famílias se reúnem. Nosso objetivo é levar um pouco desse sentimento para a comunidade, com toda segurança, é claro, demos orientações na entrada e permanência no espaço”, lembrou. “Esperávamos cerca de 600 pessoas para esse primeiro dia, mas, vejo que todos esperavam por esse momento, devemos passar de mil”, apontou.

 

Energias renovadas: um 2022 melhor

O gerente de Comunicação Marketing e Sustentabilidade da cooperativa, Vieira Junior, espera que as pessoas saiam da Vila Cocre de Natal com as energias renovadas. “Durante a pandemia da Covid-19, pessoas perderam familiares e amigos, perderam a esperança. Teve gente que perdeu emprego, que deixou planos de lado, não pode casar, não pode viajar”, lembrou. Ele ressalta que não é hora de baixar a guarda e é preciso seguir com todos os protocolos de segurança.

Vieira Júnior, Sicoob Cocre - Foto Crédito: Claudia Assencio
Vieira Júnior, Sicoob Cocre – Foto Crédito: Claudia Assencio
“Com a vacina, vimos luz no fim do túnel. Podemos voltar a sonhar. Buscamos com esse espaço resgatar nas pessoas a magia do Natal e a esperança com o nascimento de um novo ano, com novas oportunidades e um novo ciclo. Queremos ajudar as pessoas a terem esperança de dias melhores”, disse.

O propósito do evento é valorizar o cooperativismo nesse momento em que o mundo vive tantos desafios, de acordo com Nivaldo José Camillo de Oliveira, diretor executivo da Sicoob Cocre. “Esse é o nosso sentido, mais do que nunca chegou a hora de fazer algo pela comunidade”, ressaltou.

A Cocre existe há cerca de 53 anos e conta com mais de 21 mil cooperados — Foto Crédito: Claudia Assencio
A Cocre existe há cerca de 53 anos e conta com mais de 21 mil cooperados – Foto Crédito: Claudia Assencio

Programação

No segundo dia de evento, 9 de dezembro, haverá a apresentação da Orquestra Piracicabana de Viola Caipira, a partir das 20h.

O grupo Jovens Músicos abre a programação da sexta-feira, 10 de dezembro, às 20h e o Coral Cocre finaliza o dia com uma apresentação, às 21h. No sábado, 11, a Vila Cocre receberá o Show Casa do Noel, também às 20h, atração que encerra o cronograma de atividades.

Árvore dos desejos e desafios

Nos quatro dias de programação da Vila Cocre, o Papai Noel estará no local para tirar fotos com as crianças e familiares.Todos poderão pegar um desejo e um desafio para 2022 na árvore de natal montada no espaço.

“Essa é a forma como a Cocre enxerga os negócios, as pessoas e a comunidade. Acreditamos em um 2022 melhor e sabemos que isso depende de cada um de nós, então é isso que queremos despertar nas pessoas”, ressalta Vieira Júnior.